Pneumotórax: sintomas, tratamentos e causas

REVISADO POR
Dr. Franco Martins
Pneumologia - CRM 138476/SP
especialista minha vida

Visão Geral

O que é Pneumotórax?

Pneumotórax é a presença de ar na cavidade da pleura. A pleura é uma membrana fina que envolve os pulmões, como um saco, e contém uma quantidade mínima de líquido. A função da pleura é permitir e facilitar o movimento dos pulmões na inspiração e expiração. Quando ocorre a entrada de ar nessa cavidade, chamamos pneumotórax.

PUBLICIDADE

Tipos

O pneumotórax pode ser primário ou secundário:

  • Pneumotórax primário: a presença do ar na pleura é causada pela ruptura de bolhas preexistentes nos pulmões, em pacientes sem doença pulmonar prévia. Essa causa está muito associada ao tabagismo, quanto mais cigarros mais pneumotórax
  • Pneumotórax secundário: ocorre como complicação de doença pulmonar conhecida, como enfisema, asma, sequelas de tuberculose, rolha de secreção em paciente com doença pulmonar obstrutiva crônica. Acidentes que causem perfuração do tórax, como facas e armas de fogo também causam entrada de ar de fora para dentro, na região da pleura, e podem levar à morte por compressão do pulmão, exigindo tratamento imediato.

O pneumotórax primário e secundário tem os mesmos sintomas:

  • Aparece ao repouso de forma aguda, com dor no peito a direita ou esquerda
  • Falta de ar de rápida instalação

Sintomas

Sintomas de Pneumotórax

O pneumotórax primário e secundário é espontâneo, aparece ao repouso de forma aguda:

  • Dor no peito a direita ou esquerda
  • Falta de ar de rápida instalação.

Diagnóstico e Exames

Diagnóstico de Pneumotórax

Para o diagnóstico utiliza-se a radiografia de tórax, popular raio-x, ou tomografia computadorizada para casos que necessitem de maior investigação.

Em casos de acidente com perfuração do tórax, o diagnóstico é clínico, baseado na situação do próprio acidente e quadro clínico do doente.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Pneumotórax

O tratamento do pneumotórax depende de seu tamanho, gravidade, causa e quadro clínico do paciente.

Em casos leves o tratamento é de observação, uma vez que o ar presente na pleura vai sendo absorvido pelo organismo. Outra opção é a punção com seringa e agulha, que visa aspirar o ar que está na pleura, sendo utilizado em casos mais simples.

O tratamento padrão da maioria dos casos é a drenagem torácica. Trata-se de um procedimento cirúrgico em que é inserido um tubo dentro do tórax ligado a um reservatório com água, o dreno de tórax em selo d’água. O ar sai da pleura, percorre o tubo e sai borbulhando no reservatório.

Esse procedimento envolve riscos e comumente é realizado por cirurgião ou clínico pneumologista. Em situações de urgência como acidentes deve ser feito imediatamente no local, todavia em quadros estáveis o centro cirúrgico é o ambiente mais adequado, reduzindo-se o risco de infecções.

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

O pneumotórax mesmo após resolvido pode gerar sequelas, então exige acompanhamento médico regular para evitar novo episódio.