Dentes com formatos anormais: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Dentes com formatos anormais?

São considerados dentes com formatos anormais qualquer alteração de forma, tamanho e cor na superfície dentária que esteja fora dos padrões normais.

PUBLICIDADE

Alguns exemplos são:

  • Alterações que afetam a estrutura de esmalte e dentina, caracterizada por falta ou variações na translucidez ou opacidade no esmalte
  • Midrodontias (dentes menores que os normais)
  • Macrodontias (dentes maiores que o usual)
  • Dentes conoides (em formato de cones)
  • Dentes duplos (dois dentes separados, exibindo alguma união)
  • Alterações morfológicas na anatomia dental durante seu desenvolvimento e etc.

Os sinais e sintomas mais comuns relacionados aos dentes com formatos anormais incluem:

  • Maloclusão dentária: Ausência de uma boa oclusão, pois devido a alterações de forma, o encaixe dos dentes na correta posição pode estar prejudicado
  • Sensibilidade dentinária ou dor de dente: devido à ausência de proteção da polpa dos dentes, em casos de má formação ou perda das estruturas dentárias
  • Fratura ou trincas: em consequência da maior fragilidade que as estruturas dentárias possam apresentar
  • Caries dentárias
  • Queixas estéticas: decorrente da aparência das alterações que possam estar afetando principalmente dentes anteriores.

Causas

As anomalias nos dentes podem ser causadas por fatores ambientais ou ocorrem por alterações hereditárias. Podem estar envolvidos:

  • Fatores químicos (flúor, tetraciclina, chumbo e etc)
  • Anormalidades cromossômicas
  • Infecções (catapora, sarampo, pneumonia e etc)
  • Doenças hereditárias
  • Má nutrição (deficiência de vitamina A e D)
  • Alterações metabólicas e neurológicas
  • Trauma mecânico no local (quedas, cirurgias e acidentes)
  • Infecções locais (que acometem a polpa dos dentes)
  • Algumas doenças genéticas e síndromes específicas,

O formato anormal dos dentes pode também ocorrer após seu desenvolvimento, devido a lesões de cáries, atrição (contato excessivo dente a dente durante a mastigação), abrasão (devido a um agente externo, como pressão da escova durante a mastigação ou hábitos como uso palito de dente ou morder lápis) e à erosão ácida (causada por reação química como alimentos ácidos e secreção gástrica).

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

É importante buscar um profissional especializado quando for observado um formato do dente diferente do normal ou diferente dos outros dentes homólogos (dentes com mesmo nome, mas do lado oposto da arcada).

PUBLICIDADE

Diagnóstico de Dentes com formatos anormais

O diagnóstico é feito por um cirurgião dentista através de um questionário completo abrangendo, por exemplo, fatores hereditários e doenças sistêmicas e através de avaliação clínica e radiográfica.

Exames de radiografias para visualizar as raízes e estruturas internas dos dentes, como a polpa dentária e a dentina, podem ser fundamentais para o acompanhamento de dentes com formato anormal. Outras ferramentas de diagnóstico como tomografias ou ressonância magnética podem ser utilizadas também.

Tratamento e Cuidados

Cuidados

Os cuidados com dentes de formatos anormais incluem uma boa higienização com escova e uso de fio dental é muito importante para que não ocorra acúmulo de placa e cálculo dentário, evitando o aparecimento de cavidade de cáries e evitando a inflamação gengival da região.

PUBLICIDADE

Fontes e referências

  • Fabíola Bernardeli Lanfredi, odontologista e especialista em Ortopedia Funcional dos Maxilares e em Ortodontia, com aperfeiçoamento em Odontopediatra (CRO 84547)