Aneurisma: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Aneurisma?

Um aneurisma é caracterizado pela dilatação anormal de um vaso sanguíneo, provocado pelo enfraquecimento das paredes do vaso, trauma ou por alguma doença vascular.

PUBLICIDADE

Tipos

Confira os principais tipos de aneurismas que existem:

Causas

As causas para a ocorrência de um aneurisma não estão totalmente claras para os médicos. Algumas pessoas já nascem com algum tipo de aneurisma (aneurisma congênito), geralmente provocado por defeitos em partes da parede arterial.

Os locais mais comuns para a ocorrência de aneurismas incluem:

  • Aorta, que é a principal artéria do coração (aneurisma da aorta abdominal ou aneurisma da aorta torácica)
  • Cérebro (aneurisma cerebral)
  • Na parte de trás do joelho (aneurisma da artéria poplítea)
  • Intestino (aneurisma da artéria mesentérica)
  • Artéria no baço (aneurisma da artéria esplênica).
  • Aorta, que é a principal artéria do coração (aneurisma da aorta abdominal ou aneurisma da aorta torácica)
  • Cérebro (aneurisma cerebral)
  • Na parte de trás do joelho (aneurisma da artéria poplítea)
  • Intestino (aneurisma da artéria mesentérica)
  • Artéria no baço (aneurisma da artéria esplênica).

Fatores de risco

A pressão arterial elevada, o colesterol alto e o tabagismo podem aumentar o risco de uma pessoa desenvolver certos tipos de aneurismas. Acredita-se que aterosclerose também desempenhe um papel fundamental na ocorrência de alguns tipos de aneurisma, principalmente os da aorta abdominal.

Da mesma forma, a gravidez é, muitas vezes, ligada à formação e também à ruptura de um aneurisma da artéria esplênica.

Sintomas

Sintomas de Aneurisma

Os sinais e sintomas dependem única e exclusivamente do local do aneurisma. Se ele ocorrer perto da superfície do corpo, o paciente pode apresentar dor e inchaço na região, que poderá ficar, ainda, com uma espécie de caroço visível também. Aneurismas dentro do corpo, principalmente os cerebrais, muitas vezes não causam sintomas – somente quando se rompem.

Se um aneurisma romper, pode haver dor, pressão arterial baixa, aumento da frequência cardíaca e vertigens. O risco de morte após a ruptura é alto.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Se você notar algum caroço sob sua pele e não sabe o que pode estar envolvido nas causas deste caroço, procure um médico – principalmente se você tiver outros sintomas, como dor, sensibilidade e inchaço no local. Mas atenção: caroços localizados sob a pele não são indícios de aneurisma, necessariamente. Inúmeras outras condições de saúde podem levar ao surgimento de um caroço ou uma massa latejante na pele.

Em caso de diagnóstico positivo para um aneurisma, o médico lhe passará uma série de recomendações que devem ser seguidas à risca. Um aneurisma que se rompe é uma emergência médica e precisa ser imediatamente tratado, pois o risco de morte após o rompimento de um aneurisma aumenta muito.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar um aneurisma são:

  • Clínico geral
  • Neurologista
  • Cardiologista
  • Angiologista
  • Reumatologista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando você notou a presença de um caroço sob a pele?
  • Você sente dor ou sensibilidade no local?
  • Você notou inchaço no local?
  • Quais são seus principais sintomas?
  • Você já foi diagnosticado com alguma condição de saúde anteriormente? Qual?
  • Você faz uso de algum tipo de medicamento?
  • Você está fazendo algum tipo de tratamento?
  • Você tem pressão alta?
  • Como está seu colesterol?
  • Você fuma? Com que frequência?

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

Controlar a alimentação, ingerir verduras e frutas e manter uma dieta equilibrada e livre de gorduras, sódio e outros excessos pode ajudar a controlar, também, os sinais e sintomas de um aneurisma, auxiliar no tratamento e acelerar a recuperação.

Parar de fumar também é essencial. Portanto, se você fuma, procure um médico e outros meios recomendados para parar imediatamente. O tabagismo é um dos principais fatores de risco para aneurisma e um dos mais importantes também para o rompimento de um aneurisma.

Complicações possíveis

A principal complicação possível decorrente de um aneurisma é o seu rompimento, que pode levar a complicações graves de saúde. Se ocorrer no cérebro, por exemplo, a ruptura do aneurisma pode levar a um AVC. Em geral, as consequências de um aneurisma que se rompe variam de acordo com o tipo e com a localização do aneurisma em questão.

O rompimento de um aneurisma é uma emergência médica e pode levar o paciente à morte se não for tratado a tempo.

Prevenção

Prevenção

Controlar a pressão alta pode ajudar a prevenir alguns tipos de aneurisma. Além disso, seguir uma dieta saudável, fazer exercícios regularmente e manter o colesterol em níveis saudáveis também podem ser úteis na prevenção de aneurismas ou de suas complicações.

Não fume. Se você fuma, pare o quanto antes. Parar de fumar pode diminuir o risco de você, eventualmente, desenvolver um aneurisma.

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde