Câncer de mama: estudo traz novo possível tratamento contra metástase

Alternativa seria opção para prevenir metástase do câncer de mama triplo-negativo, um dos mais difíceis de tratar

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 04/10/2017

A metástase do câncer de mama, processo pelo qual o câncer se espalha pelo corpo, pode ser prevenida pelo uso de alguns medicamentos aprovados pela Food and Drug Administration, órgão regulador americano.

PUBLICIDADE

Pesquisadores da Mayo Clinic, organização sem fins lucrativos da área de serviços médicos e pesquisas médico-hospitalares, identificaram que um dos principais alvos dos medicamentos, a CDK4/6, é capaz de regular a proteína de metástase do câncer, chamada SNAIL, e drogas que inibem CDK4/6 poderiam prevenir a propagação do câncer de mama triplo-negativo.

O artigo publicado revista Nature Communications mostra que os inibidores da CDK4/6 são aprovados para o tratamento do cancro da mama com estrogênio positivo, mas não para o cancro da mama triplo-negativo. "A metástase é uma marca do câncer e uma das principais causas de morte por câncer", diz o autor do estudo, Zhenkun Lou, PhD, da Mayo Clinic. "Apesar de grande progresso na terapia de câncer, a prevenção de metástases ainda é um desafio não realizado", destaca ele.

Para este estudo, Dr. Lou e seus colegas focaram no câncer de mama triplo-negativo, que é muito difícil de tratar, já que não exibe receptores para estrogênio, progesterona ou gene HER-2/neu, que são alvos de muitos tratamentos de câncer de mama.

"Os dados publicados anteriormente sugeriram que os inibidores de CDK 4/6 não eram eficazes na redução das taxas de crescimento de cancro da mama negativo para o receptor de estrogênio", diz Dr. Lou. "Nossos dados confirmaram que, enquanto a taxa de crescimento de câncer de mama triplo negativo não foi afetada por inibidores de CDK 4/6, esta classe de drogas foi capaz de inibir significativamente a propagação do cancro da mama triplo negativo para órgãos distantes quando testados em vários modelos de cancro da mama triplo-negativos diferentes, incluindo xenotransplantes derivados do paciente", afirma.

Os testes envolvem a implantação de tecido tumoral em um rato imunodeficiente, que se torna um modelo para ajudar a identificar quais fármacos ou combinações de fármacos são mais suscetíveis de serem eficazes para um paciente.

O pesquisador adverte que mais pesquisas são necessárias ainda. Se sua teoria for corroborada, seria uma descoberta importante que poderia expandir o uso de inibidores de CDK 4/6 para prevenir a metástase de muitos outros cânceres que possuem um alto nível da proteína SNAIL.

"Essas descobertas podem fornecer um novo tratamento para a prevenção da metástase do câncer", diz o co-autor do estudo Matthew Goetz, M.D., oncologista e co-líder do Programa de Câncer de Mulheres na Mayo Clinic. "A Mayo Clinic está agora desenvolvendo novos estudos que incidirão sobre o papel dos inibidores de CDK 4/6 e o seu potencial para inibir a metástase do cancro em mulheres com câncer da mama triplo negativo, que estão em maior risco de metástase".

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.