Fazer faxina em casa pode queimar até 600 calorias

De acordo com estudo, limpar as janelas é a tarefe campeã para perder o peso, apenas 20 minutos pode queimar aproximadamente 115 calorias

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 11/09/2017

A preguiça está acabando com todas as chances de ir malhar na academia? Não precisa entrar em desespero, saiba que as atividades domésticas, além de deixar tudo brilhando, também podem fazer um bem danado para o corpo.

PUBLICIDADE

Um estudo realizado pelo Good Housekeeping Institute (GHI) descobriu que é possível entrar em forma simplesmente fazendo o trabalho doméstico. Os pesquisadores revelaram que tirar o pó dos móveis, lavar o chão e limpar o banheiro são as formas mais eficazes de queimar calorias sem sair da casa.

Os resultados mostraram que as pessoas queimaram uma média de 600 calorias fazendo apenas duas horas de tarefas domésticas intensas, esse número é significativo ao ser comparado com uma corrida de 5 km, na qual o indivíduo queima aproximadamente 400 calorias.

Para a pesquisa, os pesquisadores selecionou um grupo de participantes e, então, instalaram rastreadores de aptidão física, capaz de medir a quantidade de energia que gastaram quando realizaram tarefas comuns. Desta forma, eles puderam calcular o número médio de calorias queimadas durante uma sessão de 20 ou 40 minutos para determinar o trabalho mais exigente.

De acordo com as análises, a limpeza de janelas foi a tarefa mais exigente em termos de quantidade de calorias queimadas. Ao realizar apenas 20 minutos dessa função, você está queimando cerca de 115 calorias.

Esfregar o piso do chão está em segundo lugar no ranking de melhores exercícios, essa tarefa queima 107 calorias queimadas em 20 minutos. Já limpar o banheiro está logo atrás, em apenas 20 minutos uma pessoa pode queimar cerca de 100 calorias.

Enquanto isso, tirar o pó dos móveis durante 40 minutos pode queimar 194 calorias. Ao final da lista, está a aspiração de pó, que pode queimar 86 calorias em 20 minutos.

Essa descoberta é um incentivo para aqueles que não têm tempo suficiente para se exercitar depois de um longo dia de trabalho. A pesquisa foi publicada no site "DailyMail"