Eva Andressa revela rotina para manter bumbum durinho

A musa fitness conta ainda como consegue se manter sempre focada na dieta e nos treinos

POR AMANDA CRUZ - PUBLICADO EM 23/08/2017

Eva Andressa - Foto: Reprodução/Instagram
A modelo fitness Eva Andressa

O corpo da modelo e atleta fitness Eva Andressa é resultado de uma rotina alimentar e de exercícios extremamente rígida, seguida há cerca de 15 anos, algo que passou de um estilo de vida e se tornou o trabalho dela. Com tanta experiência, acredite, Eva tem ótimas dicas para todos nós, desde aqueles que querem perder alguns quilinhos, até os que buscam hipertrofia muscular.

PUBLICIDADE

Rotina de treinos

Para Eva, todo dia é dia de treinar pesado. Faltar? Só quando o corpo pedir muito, ou seja, se ela sentir que o corpo está debilitado. "Se estiver muito cansada, eu não forço, tiro o dia para descansar. Agora se estiver só com preguiça, aí tento buscar motivação em mim mesma. Se estou com um objetivo, tomo meu pré-treino, preparo o psicológico e vou", diz ela.

Sua rotina envolve treinos de musculação e aeróbico de segunda a sexta-feira. Quando não consegue ir durante a semana, ela compensa no sábado e domingo. "Tem gente que pensa 'nossa, mas ela tá treinando no domingo?', mas se eu estiver na academia em um domingo, é porque faltei em algum treino durante a semana", afirma Eva.

E quando bate a preguiça de treinar?

Mesmo nos dias em que não está com vontade de treinar, Eva mantém o foco e vai para a academia. Tamanha disciplina para não deixar que a preguiça tome conta é resultado de um trabalho psicológico. Para ela, ter em mente onde quer chegar é fundamental para seguir a rotina de treinos. "Às vezes vou com preguiça, mas quando chego na academia, começo a treinar e vem o ânimo, aí quando vejo o treino foi excelente".

Alimentação regrada

Ao todo, são seis refeições diárias na dieta da atleta. As pausas são feitas de três em três horas Em todas as refeições Eva se alimenta com proteínas, que podem ser ovos, peito de frango, uma carne magra ou peixe. "Quando não consigo fazer uma alimentação sólida, eu tomo um shake de proteína de whey protein. De carboidrato, eu como bem pouco e as fontes que utilizo são: aveia, às vezes arroz integral ou biscoitinho de arroz integral. Utilizo gorduras boas também, que pode ser da gema do ovo, de castanhas (do pará ou de caju), azeite de oliva e do abacate", diz.

Eva acredita que um dos diferenciais para seguir a dieta sem furos é contar com a orientação de um nutricionista. "Eu vejo que muita gente começa uma dieta, segue por um tempo, mas não aguenta e volta a comer tudo errado. Por isso, é necessário procurar alguém que realmente entenda e vá passar uma dieta que seja possível fazer pelo resto da vida, fazer dessa alimentação um hábito", afirma.

Eva Andressa - Foto: Reprodução/Instagram
Eva é extremamente disciplinada em sua rotina e não tem desânimo que a faça fugir do treino

Alimentações com regras muito rigorosas e dietas malucas são uma armadilha na opinião da musa. "Essas dietas fazem até com que a pessoa pegue trauma daquilo, porque ela sofre tanto, que nunca mais vai querer fazer dieta na sua vida. Então, tem que ser algo que você não passe fome e consiga fazer dessa dieta um estilo de vida", orienta.

Força de vontade

O foco nos objetivos faz com que Eva Andressa consiga manter uma alimentação regrada, mas isso não significa que ela não tenha vontade de comer outras coisas. Ela confessa que, assim como nós mortais, precisa de força de vontade para não furar a dieta, especialmente quando o assunto são doces.

"Evito ao máximo o doce, porque o açúcar estraga muito a minha dieta e eu não consigo comer só um pouquinho. Então, se eu for sair da dieta para comer um sorvete, uma torta, um chocolate, não vou conseguir comer pouco, vou querer comer bastante e isso prejudica demais a minha alimentação", revela. Quem aí se identifica?

O pior para Eva é o cheiro dos alimentos. Ela conta que aquele aroma de queijo derretido, típico da pizza e da lasanha, deixa-a com água na boca. O jeito é incluir o queijo no omelete e seguir trabalhando o psicológico para não fugir da dieta. Haja persistência!