Micropigmentação: conheça o tratamento que implanta pigmento na pele para corrigir falhas

Técnica permite corrigir imperfeições e cicatrizes na região das sobrancelhas, olhos e boca.

POR VINICIUS CAVALHEIRO

O que é micropigmentação?

A micropigmentação, por definição, é a implantação de pigmento na pele. Geralmente, esse tratamento é o mais recomendado para quem falhas na região dos olhos, boca ou sobrancelha. Com a micropigmentação, é possível desenhar sobrancelhas e o contorno dos olhos e dos lábios, iluminar e corrigir falhas usando recursos de cores e espessura ? num processo muito parecido com o da maquiagem definitiva ? e aplicando pigmento e conferindo, assim, naturalidade à aparência.

PUBLICIDADE

Tipos de micropigmentação

Existem dois tipos de micropigmentação: a estética e a paramédica. As duas têm o mesmo fim, mas o que as difere são os motivos pelos quais o processo deve ser feito. A micropigmentação estética, como o próprio nome diz, diz respeito ao processo de implantação de pigmento na pele motivado por razões unicamente estéticas, dependendo sempre da vontade do paciente e da autorização de um profissional devidamente capacitado.

Já a micropigmentação paramédica, geralmente, acontece em decorrência de uma indicação médica para corrigir falhas na região das sobrancelhas, olhos ou ao redor da boca, como queimaduras, flacidez, entre outros problemas.


Contraindicações da micropigmentação

Todas as pessoas que precisem ou optem por realizar a micropigmentação estão aptas a realizar esse procedimento, salvo exceções. Dentre as poucas contraindicações para a micropigmentação estão anemia e o uso de marca-passo.

Mas é sempre importante ressaltar que, antes de qualquer coisa, é preciso passar pela avaliação médica para saber se realmente não há nenhum tipo de impedimento.

Como a micropigmentação é feita?

Primeiramente, o profissional pergunta ao paciente o que ele gostaria de melhorar em sua sobrancelha, ou no contorno da boca ou dos olhos. Em seguida, ele faz o desenho, pegando as medidas do rosto como base. Se aprovado pelo paciente, o profissional aplica a anestesia tópica e começa a implantação de pigmento de acordo com o contorno do desenho.

Duração

Todo o processo de micropigmentação costuma durar, em média, uma hora e meia. Mas a duração sempre vai depender da extensão da área onde o pigmento será implantado.

É importante ressaltar que somente a aplicação da anestesia tópica demora aproximadamente meia hora, que é o tempo que leva para o produto ser aplicado e fazer efeito.

Precisa de retoque?
Não necessariamente, pois o procedimento costuma alcançar resultados perfeitos em uma única sessão. No entanto, se o paciente achar melhor, pode haver o retoque 30 dias após a implantação do pigmento. Retoques extra geralmente não são necessários.

Materiais utilizados na micropigmentação

Na micropigmentação é utilizado um aparelho chamado dermógrafo, muito uusado para trabalhos sensíveis e delicados, e que aplica o pigmento com agulhas fabricadas unicamente para este fim.

Esse aparelho permitiu uma evolução no processo da micropigmentação, que antes era um tratamento muito agressivo e deixava marcas permanentes na pele.

Profissionais que podem fazer a micropigmentação

Somente profissionais devidamente capacitados estão aptos a fazer a micropigmentação, como designers de sobrancelhas e especialistas em micropigmentação.

Cuidados antes da micropigmentação

Não é necessário nenhum tipo de cuidado antes de realizar a micropigmentação.

Cuidados após a micropigmentação

Poucos cuidados são necessários para depois do procedimento. Basta que o paciente faça uso de um produto cicatrizante por pelo menos três dias após a implantação de pigmentos na sobrancelha, na boca ou ao redor dos olhos.

Possíveis riscos da micropigmentação

O processo de implantação de pigmento na pele não possui nenhum risco nem para a saúde e nem para a estética do paciente que opta por realizar este procedimento.

Antes e depois da micropigmentação

O paciente pode esperar por resultados imediatos. Geralmente, a cor do pigmentação utilizada no procedimento clareia depois de quatro dias, mas a micropigmentação, geralmente, é um tratamento estético sem margem de erro, desde que feito corretamente.

É importante ressaltar que até mesmo pele oleosa e pele mais sensível também podem passar pelo processo de micropigmentação com as mesmas chances de sucesso que outros tipos de pele.

Que cor utilizar?
A cor do pigmento utilizado no processo de micropigmentação deve ser a mesmo dos pelos já existentes ou da cor da pele do paciente. Para escolher corretamente a cor do pigmento, é preciso levar em conta a cor do cabelo, da pele e, principalmente, dos pelo naturais.

É reversível?

Sim, se o paciente não estiver satisfeito, ele pode desfazer a micropigmentação, num processo conhecimento como despigmentação.

Fontes

Vanessa Silveira, designer de sobrancelhas e especialista em micropigmentação.