Eletrolifting: conheça os prós e contras do tratamento para rugas e estrias

O processo usa um aparelho que aplica corrente elétrica em partes específicas da pele, melhorando seu tônus e gerando criação de novas fibras

O que é eletrolifting

O eletrolifting é uma técnica criada por um dermatologista francês que consiste na correção flacidez do rosto (efeito lifting) através do estímulo elétrico, com corrente galvânica. Geralmente se utiliza ou uma corrente galvânica ou até a própria radiofrequência associada a uma caneta específica, que é utilizada em estrias, rugas e marcas de expressão. Porém, alguns especialistas consideram esse tratamento menos eficaz para esses objetivos.

PUBLICIDADE

Outros nomes

Skin tightening, galvanopuntura

Indicações do eletrolifting

O eletrolifting é indicado para o tratamento de estrias, rugas e marcas de expressão, pois estimula a produção de novas fibras que preenchem essas falhas na pele por meio de eletricidade. Com o aumento da circulação e nutrição da área, há também um aumento de colágeno e elasticidade da pele na região aplicada.


Pode ser feito no corpo todo e na face para linhas de expressão, sulcos naso-labial, rugas entre sobrancelhas e na região da testa. Também atua no envelhecimento da pele.

Também é utilizado para "drug delivery", uma técnica em que se infunde fármacos na pele através de aparelhos, mas este fim tem sido deixado de lado pelo baixa performance.

Como é feito o eletrolifting

Na maior parte das vezes é utilizado um equipamento em forma de uma caneta com uma pequena agulha na ponta, que está acoplada a um equipamento de corrente galvânica, gerando uma corrente elétrica para a região onde ela é aplicada. Com essa caneta são realizados movimentos de "arranhadura" em todo o trajeto das rugas ou linhas de expressão. O objetivo é produzir um processo inflamatório pela ação da agulha e da corrente e posteriormente sua regeneração, já que a irritação causada estimula a produção de fibras novas na pele. Envolve várias etapas como a hidratação e a eletroestimulação.

Sessões

O número de sessões varia de acordo com a finalidade do tratamento, mas geralmente são de 8 a 12, com intervalos semanais ou quinzenais. As sessões duram de 30 minutos (na face) a 40 minutos (no corpo) e pode ser feita a manutenção de acordo com a orientação do especialista.

Profissionais que podem fazer

O eletrolifting pode ser feito por médicos e profissionais de saúde com especialização nesta técnica.

Cuidados antes do eletrolifting

É importante preparar a pele para que ela esteja bem hidratada e nutrida para o eletrolifting. Não há problemas se ela estiver bronzeada. Antes do procedimento, ela é limpa com uma substância especial para evitar contaminação bacteriana. Muitas vezes o especialista pode considerar mais seguro fazer um coagulograna, exame que analisa o sistema de cicatrização do organismo.

Cuidados após o eletrolifting

Após o eletrolifting é importante manter a pele bem hidratada e fazer o controle da oleosidade, para sua melhor recuperação. É importante o uso de despigmentante noturno e de protetor solar com FPS acima de 30 durante o dia, reaplicado de três em três horas.

Contraindicações

O eletrolifting é contraindicado para quem sofre de arritmia cardíaca, hipertensão descontrolada, diabetes e síndrome de Cushing. Pessoas com câncer em atividade, alergias ou irritação à corrente elétrica, hipersensibilidade a dor e tendência a queloides.

Grávida pode fazer?

Grávidas também são contraindicadas a fazer esse tratamento e qualquer outro com corrente elétrica.

Possíveis riscos do eletrolifting

É muito raro, mas há o risco da formação de manchas na pele e cicatrizes. Porém, todo o cuidado preventivo é tomado quando o procedimento é feito por uma equipe de confiança.

Antes e depois do eletrolifting

Depois de todas as sessões, o resultado é uma melhora do tônus, firmeza e da qualidade da pele na região aplicada, além da atenuação de linhas de expressão e estrias no corpo. Porém, nem todos os dermatologistas o indicam como primeira opção de tratamento. "Não é um procedimento que eu recomende, pois além de necessitar de muitas sessões, os resultados obtidos são pobres", considera o dermatologista Murilo Drummond, professor titular de pós-graduação do Instituto Carlos Chagas.

Alie o eletrolifting com...

Fortalecimento muscular da face Quando o eletrolifting é feito no rosto com a intenção de melhorar o tônus da pele, é importante fortalecer também os músculos, pois o principal sistema responsável pele elevação e firmeza da pele é o sistema muscular. Para melhorá-lo, pode ser fazer ginástica facial em casa ou eletroestimulação facial.

Ginástica facial - you

Alimentação balanceada A alimentação também influencia na saúde da pele, e em sua aparência. Prefira gorduras insaturadas, provenientes de alimentos como azeite e peixes, e evite gorduras saturadas, como as presentes nos doces e frituras.

Parar de fumar O cigarro está associado ao envelhecimento, pois libera diversas substâncias nocivas que aumentam a formação de radicais livres, o que ocasiona maior e mais precoce formação de rugas.

Proteção solar diária Usar protetor com FPS acima de 30 ajuda a minimizar os efeitos da radiação solar na pele, que pode causar envelhecimento e manchas, além de câncer de pele!

Fontes
Dermatologista Abdo Salomão Junior (CRM-SP 91.536), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Dermatologista Helena Costa (CRM-RJ 5281778-3), membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia
Dermatologista Murilo Drummond (CRM-RJ 337.051), professor titular de pós-graduação do Instituto Carlos Chagas