Em experimento, mulher mostra efeitos de beber 3 litros de água por dia

Após 4 semanas fazendo o teste, Sarah Smith notou grande diferença na sua aparência e disposição

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 05/12/2017

O consumo regular de água durante o dia ajuda o corpo a funcionar melhor, previne problemas de saúde e pode, inclusive, te deixar mais bonito. Então se você está querendo emagrecer ou deixar sua pele e cabelo mais saudáveis o segredo pode ser aumentar o consumo de água. Para testar essa hipótese, uma mulher inglesa, chamada Sarah Smith, passou por essa experiência e relatou o que mudou em sua vida.

PUBLICIDADE

Depois de sentir fortes dores de cabeça e estomacais durante anos, ela decidiu procurar um neurologista para saber o motivo destes incômodos constantes. A primeira pergunta do médico foi: "Quanto você bebe de água por dia?". E Sarah respondeu: "No máximo um litro".

Então, o médico recomendou que a mulher passasse a ingerir 3 litros de água por dia. Caso os sintomas persistissem, eles marcariam uma nova consulta, e se Sarah tivesse melhoras, a solução seria apenas água. Com o objetivo de tentar realizar o pedido médico, Sarah se jogou na experiência e aproveitou para registrar tudo.

Antes de realizar um processo que duraria 4 semana, Sarah tirou uma fotografia dela na época, com 42 anos de idade, mostrando sem pudores todos os problemas na pele: olheiras, rugas, manchas vermelhas ao redor do rosto e a pele quase sem brilho.

Comparação da análise entre a primeira e a quarta semana - foto: Divulgação/DailyMail
Comparação da análise entre a primeira e a quarta semana

"Minhas filhas, Alice, de oito anos e Betty, de quatro, disseram que, nesta foto, parece que eu tenho 100 anos. E eu tenho que concordar. Meus lábios parecem murchos", disse ao Daily Mail.

Primeira semana

Peso: 53,4 kg

Cintura: 71 cm

Na primeira semana condicionou-se a encher um jarro de litro três vezes ao dia para ter controle de sua ingestão. Para ter melhores resultados, ela começou também a cuidar da pele e do corpo fazendo esfoliações e ioga.

Segunda semana

Mudanças na pele de Sarah na segunda semana - foto: Divulgação/DailyMail
Mudanças na pele de Sarah na segunda semana

Peso: 53 kg

Cintura: 71 cm

Na semana seguinte as mudanças em seu rosto já começavam a aparecer. Ela notou que seus olhos estavam menos escuros, sua pele com uma cor mais uniforme e seu hálito mais agradável, com uma suavidade na boca. No entanto, Sarah teve alguns problemas nessa fase já que ia ao banheiro a todo instante e nem sempre tinha lugar apropriado para ir. Além disso, ela achava que com a quantidade de líquido ingerida por dia pudesse se sentir mais inchada, mas, na verdade, sentiu-se mais confortável que o habitual.

Terceira semana

Mudanças na pele de Sarah na terceira semana - foto: Divulgação/DailyMail
Mudanças na pele de Sarah na terceira semana

Peso: 53 kg

Cintura: 69,8 cm

Na terceira semana as olheiras e manchas tinha praticamente desaparecido e sua pele estava mais brilhosa "Meu amigo, que é terapeuta de beleza, diz que isso é porque a água está ajudando a regenerar as células da pele de forma mais eficiente. Tenho notado que eu tenho parado de esfregar os olhos pela manhã quando acordo. Eles costumavam estar secos e cheios de sono. Mas agora não. Toda esta água os mantem úmidos", comenta.

Quarta semana

Mudanças na pele de Sarah na quarta semana  - foto: Divulgação/DailyMail
Mudanças na pele de Sarah na quarta semana

Peso: 52,6 kg

Cintura: 68,5 cm

O resultado dessa mudança ficou ainda mais claro nesta semana. Ao maquiar-se, Sarah sentiu que sua pele estava com mais elasticidade e ficou até mais gostoso de passar um delineador nos olhos. "O resultado é totalmente diferente. Eu não consigo acreditar na diferença do meu rosto. Eu pareço outra mulher. Não tenho mais manchas escuras nem vermelhas. Minha pele está tão úmida que parece de criança. Sinto-me mais magra e em forma".

As transformações em sua vida não estavam evidentes apenas em sua pele: "sinto-me mais apta, disposta, magra e saudável. Meu marido e amigos dizem que pareço dez anos mais jovem".