Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar
publicidade

Cuidados ao descolorir os pelos do corpo em casa

O método é bastante simples, mas pode provocar lesões e queimaduras

Por Laura Tavares


Os pelos são um dos maiores dramas de beleza entre as mulheres e para eliminá-los elas tentam de tudo: pinça, cera, lâmina e assim por diante. O problema é que esses e outros métodos não se encaixam com o perfil de algumas delas. "Por conta de alergias, sensibilidade, falta de tempo e outras questões, elas precisam buscar outra alternativa", aponta a dermatologista Márcia Yoshioka, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Uma delas é o banho de lua. Indolor e prático, ele deixa os pelos tão clarinhos que ficam difíceis de enxergar. O método também é usado para quem prefere ter os pelos dourados, principalmente das pernas, braços e barriga. Ainda assim, alguns cuidados são necessários para não prejudicar a pele. Confira como descolorir os pelos passo a passo.

de 7

Mulher tomando banho - Foto Getty Images

Preparação da pele

"Para descolorir os pelos, a pele deve estar seca, limpa e sem qualquer produto que interferir no processo de descoloração", alerta a dermatologista Isabela Tavares, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Outra recomendação é evitar fazer esfoliação na semana anterior para que a pele não fique muito sensível.

Produtos - Foto Getty Images

Produtos

Evite receitas caseiras ou mesmo a adição de substâncias a produtos próprios para descolorir os pelos. "Eles podem alterar a efetividade do produto, causar alergias e até queimaduras", explica a dermatologista Márcia. A maioria dos produtos é feito à base de água oxigenada e, por si só, já garantem bons resultados.

Mulher aplicando produto nas pernas - Foto Getty Images

Aplicação

"Não aplique o produto em áreas que estejam machucadas ou irritadas", alerta a dermatologista Márcia. De acordo com a especialista, por já apresentarem lesões, essas regiões estão mais sujeitas a reagir negativamente quando em contato com o produto. O tempo de aplicação varia, por isso, respeite as recomendações da embalagem. "Ficar mais tempo do que o previsto com o produto pode causar queimaduras e irritação, caso as substâncias ultrapassem a camada de proteção da pele", complementa.

Mulher coçando a perna - Foto Getty Images

Sinal de problemas

Reações como vermelhidão e coceira podem indicar alergia ao produto. "Neste caso, interrompa o processo e procure um dermatologista", afirma a especialista Isabela. Além disso, evite usar o produto novamente.

Mulher tomando sol - Foto Getty Images

Cuidados pós-clareamento

Depois de usar o produto, lave a região com bastante água e, em seguida, aplique um bom hidratante. "Evite a exposição ao sol, pois a pele estará bastante sensível", diz a dermatologista Márcia. Não se esqueça ainda de passar protetor solar nas áreas expostas ao sol.

Mulher observando as pernas - Foto Getty Images

Frequência

Não existe regra quanto à frequência com que a pessoa deve descolorir os pelos. "Tudo depende da velocidade de crescimento dos pelos", aponta a dermatologista Isabela. Normalmente, a reaplicação é feita quando os pelos já cresceram e estão retomando sua cor natural. Em geral, isso acontece 15 dias depois do processo.

Mulher com a perna lesionada - Foto Getty Images

Áreas sensíveis

Seguindo as instruções do produto fica fácil descolorir os pelos das pernas. O mesmo não acontece com quem realiza o procedimento no rosto. "Nessas regiões, o escorrimento do produto pode causar graves problemas, caso entre em contato com os olhos ou a boca", explica a dermatologista Márcia. Por isso, realize o procedimento com um profissional.

ver texto completo


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."