Som da mastigação pode reduzir o tanto que você come

Estudo mostra a relação entre a audição e a sensação de saciedade

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 16/03/2016

Um estudo publicado no jornal acadêmico Food Quality and Preference mostra que escutar o som da mastigação está relacionado a uma maior percepção da alimentação e, portanto, menor quantidade de alimentos consumidos. Logo, a audição tem um papel importante no emagrecimento.

PUBLICIDADE

Os pesquisadores chamaram esta relação entre escutar e prestar atenção a mastigação e comer menos de "efeito crunch". Por isso, eles recomendam: se quer comer menos e emagrecer, preste atenção aos barulhos da sua mastigação enquanto come os alimentos, desligue a música, tire os fones de ouvido e não ligue a televisão.

Segundo eles, o som é tipicamente entendido como um sentido alimentar esquecido, mas se as pessoas se focassem mais no som produzido quando mastigam, isso poderia reduzir o consumo de alimentos.

Para esclarecer, eles não estão falando sobre o barulho de morder um bacon ou uma batata chips crocante, ou uma pipoca, por exemplo. O efeito é derivado do som da mastigação completa, como o mascar e triturar.

Como foi realizado

Os autores fizeram três experimentos separados para chegar a esta conclusão. Um dos mais significativos, segundo eles, foi o que mostrou que quanto mais facilmente percebido o som da mastigação menos as pessoas comiam. Neste experimento os participantes utilizaram fones de ouvido que faziam um barulho alto ou baixo enquanto eles comiam aperitivos. Eles notaram que quanto mais o som da mastigação era mascarado pelo barulho dos fones de ouvido mais as pessoas comiam - em média quatro salgadinhos contra 2,75 salgadinhos do grupo que comeu em silêncio.

Segundo explicaram os pesquisadores, quando você mascara o som feito durante a alimentação, como quando se assiste TV durante as refeições, você tira um dos seus sentidos alimentares e que pode causar que consuma mais do que faria normalmente. A primeira vista os efeitos podem não parecer enormes, como apenas um salgadinho a mais, mas ao longo de semanas, meses ou anos eles podem aparecer na forma de aumento do peso.