Cúrcuma: 8 razões para você usar e amar esse tempero

Combate a depressão, é antioxidante e emagrece. Ainda não te convencemos? Veja mais motivos para usar essa maravilha

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 04/12/2017

A cúrcuma, também conhecida como açafrão-da-terra, é uma raiz da família do gengibre. Apesar de existir há muitos anos, esse tempero tem se popularizado cada dia mais, principalmente por ter começado a fazer parte da alimentação de muitas famosas e por ser amplamente recomendado por nutricionistas. Mas por que esse tempero é tão bom? A nutróloga e médica ortomolecular Tamara Mazaracki explica abaixo:

PUBLICIDADE

1. Poderoso anti-inflamatório

O açafrão tem um agente farmacológico chamado curcumina. Estudos, inclusive, comparam os efeitos dessa substância aos da hidrocortisona, do diclofenaco e da fenilbutazona (medicamentos anti-inflamatórios). Tudo isso, claro, com o benefício de ser natural, sem efeitos colaterais, pois a curcumina não produz nenhuma toxicidade.

2. Ação antioxidante potente

Estudos clínicos já comprovaram que a curcumina exerce um efeito antioxidante muito poderoso. Assim ela é capaz de neutralizar os radicais livres, substâncias químicas que causam danos às células.


3. Aliada contra a artrite

Com uma forte ação antioxidante, a cúrcuma consegue até aliviar a artrite, uma vez que nessa doença os radicais livres acabam degenerando e inflamando das articulações. A combinação do efeito antioxidante e anti-inflamatório do açafrão reduz os sintomas da artrite, como a rigidez matinal, o edema (inchaço) e a dor.

4. Deixa o cérebro afiado

O açafrão é benéfico para o cérebro que precisa ser reparado após lesões, podendo ser usado ainda contra doenças neurodegenerativas. Uma pesquisa da Michigan State University descobriu que a cúrcuma é capaz de impedir a formação de compostos destrutivos (proteínas alfa-sinucleína) presentes no cérebro em doenças neurodegenerativas, como Parkinson e Alzheimer.

5. O coração fica mais forte

Você sabia que a curcumina pode evitar a oxidação do colesterol no organismo? O colesterol oxidado é o que danifica os vasos sanguíneos e se acumula em placas endurecidas que, por sua vez, podem levar a um ataque cardíaco ou derrame. Esta ação da cúrcuma consegue reduzir a progressão da aterosclerose e até de outras doenças cardiovasculares.

6. Manda embora a depressão

Um estudo publicado na revista Phytotherapy Research confirmou em um ensaio clínico feito com 60 pacientes que a curcumina é eficaz no tratamento de estados graves de depressão comparada com a fluoxetina. A eficácia da curcumina foi semelhante ao do medicamento antidepressivo, no entanto, a curcumina não apresenta nenhum dos efeitos colaterais associados com a droga e ainda fornece benefícios adicionais à saúde. Outra pesquisa, inclusive, mostrou que esse tempero aumenta os níveis de neurotransmissores como serotonina e dopamina, responsáveis pela sensação de bem-estar.

7. Xô espinhas e cravos

Por causa de suas propriedades antissépticas e antibacterianas, a cúrcuma pode auxiliar no combate à acne. Ela controla espinhas, oleosidade e ainda deixa a pele com uma luminosidade natural. Para saber como usar, converse com seu médico sobre a melhor maneira de conseguir os benefícios.

8. E ainda emagrece!

Um estudo demonstrou que cúrcuma tem ação direta na inibição da lipogênese, ou seja, a produção de gordura pelo corpo. Esse tempero foi capaz de diminuir o percentual de gordura corporal no grupo que ingeriu o condimento. A dose usada no estudo foi de cinco gramas por dia, equivalente a uma colher de chá rasa. Outros estudos sinalizam que a ação anti-inflamatória da curcumina é um dos mecanismos que ajudam na perda de peso.