Como consumir goji berry, chia, chá de hibisco e outros alimentos que ajudam a emagrecer

Saiba a maneira correta de ingerir para que eles realmente ajudem na perda de peso

Alguns alimentos funcionais ganharam fama por auxiliarem na perda de peso e ainda possuírem uma série de nutrientes essenciais para a saúde. Porém, é preciso tomar cuidado ao consumi-los, pois algumas maneiras podem fazer com que o alimento não ofereça todas as substâncias benéficas que tem. A seguir, nutricionistas explicam qual é a maneira correta de ingerir o goji berry, o chá de hibisco, o chá verde, a linhaça, a chia, o gengibre, a canela, a pimenta, a quinoa, o café, o agar-agar e o gergelim. Confira:

Ágar-ágar

Ao ser ingerido o ágar-ágar forma uma espécie de gel que irá proporcionar saciedade e assim contribuir para o emagrecimento. "Essa proteína é benéfica porque combate a flacidez decorrente do emagrecimento, já que ela atua nessas duas frentes ao mesmo tempo", conta Maida.

Ele pode ser consumido como tiras de algas secas, em pó ou em cápsulas. "Sua característica gelatinosa favorece seu uso em diversas receitas, como pudins, compotas, tortas, sorvetes, molhos e recheios, substituindo com superioridade a gelatina industrial, já que soma diversas vitaminas, proteína e sais minerais", observa Maida.

A versão em pó precisa ser ingerida com um volume considerável de líquidos, um a dois copos de água, suco ou chá. Reparta o consumo em duas vezes por dia, antes das refeições principais. A quantidade recomendada por vez varia entre 0,5 gramas e 1 grama.

Já as cápsulas podem ser consumidas uma ou duas vezes ao dia, tudo irá depender da orientação médica. Fique atento à procedência da alga que será consumida, em qualquer versão. Para ter qualidade este alimento precisa ser retirado de águas profundas do mar.

O ágar-ágar não é contraindicado para ninguém e não há estudos que mostrem riscos do consumo em excesso do alimento. "Porém, na alimentação todos os extremos são prejudiciais", alerta Maida.